Bitcoin caiu muito no mês de maio de 2021; será uma boa hora para comprar?

O Bitcoin caiu mais de 35% somente no mês de Maio de 2021, será uma boa hora para comprar?

Se olharmos assim, pode ser um cenário horrível, e fica a duvida para os investidores novatos, e tem gente que nem quer ouvir falar, porém..

Apesar do movimento negativo em maio, o Bitcoin ainda acumula valorização de 28,7% em 2021, e ganhos de 294% no acumulado de 12 meses.



Segundo a Glassnode, maior parte das vendas realizadas recentemente foi de investidores novatos, que entraram em pânico com a derrocada!

Portanto para aqueles que costumam enriquecer os banqueiros a deixar seu dinheiro em contas poupanças, saiba que os criptos ativos são hoje a melhor opção em investimentos.

veja os números:

O Bitcoin ficou a US$ 37.332 na última cotação do mês, marcando perdas de 35,35%, sendo a maior queda mensal desde novembro de 2018, quando caiu 36,54%. Durante a tarde de ontem, a moeda digital chegou a acumular perdas de mais de 37%, o que levaria ao pior desempenho mensal desde setembro de 2011, quando recuou 37,32%.

Apesar do movimento negativo em maio, o Bitcoin ainda acumula valorização de 28,7% em 2021, e ganhos de 294% no acumulado de 12 meses.

Na manhã desta terça-feira (1), o Bitcoin registrava leve queda de 1,22% às 8h35 (horário de Brasília), a US$ 36.697. Em reais, a moeda digital cai 1,32% hoje, para R$ 191.661.

O explica a queda do Bitcoin em maio

Até o dia 12 de maio, o Bitcoin estava “andando de lado”, oscilando em torno dos US$ 57 mil. Foi então que Elon Musk anunciou que a Tesla iria suspender a compra de seus veículos usando Bitcoins

, o que iniciou um forte movimento de queda dos preços. Segundo o executivo, a preocupação é com o uso crescente de combustíveis fósseis na mineração de novas moedas digitais, prejudicando o meio ambiente.

A decisão pegou todos de surpresa, já que havia um grande otimismo no mercado desde o ano passado com a entrada de grandes investidores institucionais no mercado, com um ápice atingido após a Tesla informar em fevereiro a aquisição de US$ 1,5 bilhão em bitcoins e a permissão de uso de cripto ativos para compra de seus produtos.

Isso gerou um temor não só pela notícia em si, mas de que outras companhias pudessem tomar decisões parecidas, deixando os investidores em clima de tensão. Porém, foi outro fator que acentuou as perdas do mês.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo